Terça, 17 de Novembro de 2020 16:00

Participação feminina nas eleições

Representatividade das mulheres ainda é baixa

De acordo com o IBGE, as mulheres são maioria do eleitorado no Brasil, mas das 26 capitais, apenas três têm prefeitas.

E apesar da lei de cotas para candidaturas femininas às eleições do Legislativo municipal, em 814 casos espalhados por mais de 650 cidades do Brasil os partidos políticos não reservaram ao menos 30% de suas vagas para mulheres.

A participação feminina cresceu nas eleições municipais deste ano nas 26 capitais do país. No entanto, as mulheres aparecem mais como vice nas chapas que disputam as prefeituras, ou seja, a presença como candidatas ao cargo de prefeita não evoluiu de 2016 para 2020.

Na eleição deste ano, três capitais sequer possuíam candidatas a prefeitura: Manaus, no Amazonas; Belém, no Pará e São Luís, no Maranhão.

A capital que mais apresentou a opção feminina para o cargo em 2020 foi o Rio de Janeiro, com seis candidatas.

Confira a participação das mulheres nas eleições de 2016 e 2020 para as prefeituras das 26 capitais

2016: 206 candidatas

• 38 mulheres candidatas como prefeita (18,1%)

• 58 mulheres candidatas como vice (27,7%)

Candidaturas para prefeituras e Câmaras Municipais de todos os municípios do Brasil

• Mulheres – 31,9%

• Homens – 33,2%

2020: 314 candidatas

• 56 mulheres candidatas como prefeita (17,8%) – redução de 0,3%

• 131 mulheres candidatas como vice (41,7%) – crescimento de 14%

Candidaturas para prefeituras e Câmaras Municipais de todos os municípios do Brasil

• Mulheres – 31,9%

• Homens – 33,2%

Desenvolvido por: PontoCOM Desenvolvimento