Quarta, 13 de Janeiro de 2021 08:00

ENEM: seis milhões circulando pelo Brasil

Se realizado agora, o ENEM fará com que quase seis milhões de candidatos passem a circular pelos 14 mil locais de prova em mais de 200 salas em todo o país

Se a decisão da Justiça Federal em São Paulo prevalecer, as provas do Exame Nacional do Ensino Médio 2020 não serão adiadas, e as provas na versão impressa continuam marcadas para os dois próximos domingos, dias 17 e 24.

A decisão é da juíza Marisa Claudia Gonçalvez Cucioa, da 12ª Vara Cível Federal de SP. Segundo a juíza, se o risco de contágio for elevado e justifique medidas de restrição de circulação, as autoridades sanitárias locais é que devem cancelar a realização do ENEM. 

Diante do número crescente de casos de transmissão de covid no Brasil, entidades estudantis e a Defensoria Pública da União pediram um novo adiamento da prova, marcada originalmente para novembro passado.

Se realizado agora, o ENEM fará com que quase seis milhões de candidatos passem a circular pelos 14 mil locais de prova em mais de 200 salas em todo o país. 

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde também é contra a realização das provas neste momento, e pediu seu adiamento ao ministro da Educação, Milton Ribeiro. 

Desenvolvido por: PontoCOM Desenvolvimento