Segunda, 05 de Abril de 2021 09:25

Missa com fiéis

Um dia antes da Páscoa, STF determina que estados e municípios não podem proibir cultos

Reprodução

Quando tudo estava previsto para uma missa de Páscoa sem fiéis, a Basílica de Aparecida contou, na manhã de ontem, com a presença de público. O Santuário Nacional abriu parcialmente a celebração após a decisão liminar do ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal, que determinou, um dia antes, que estados e municípios não podem proibir completamente celebrações religiosas presenciais, como cultos e missas.

De acordo com o Santuário Nacional, 154 fiéis assistiram à missa das 8h, sentados com distanciamento nos bancos e com máscara. A decisão de Nunes Marques limita a ocupação de 25% da capacidade total. Na Basílica de Aparecida, 25% representa até mil pessoas.

Mas, o pastor Valdemiro, da Igreja Mundial do Poder de Deus, conhecido por propagandear um “feijão que cura covid” por R$ 1 mil, promoveu uma aglomeração em um culto gigante.

Imagens mostram que, ao longo do culto, os fiéis não respeitaram o distanciamento social, ainda que tenha se tentado reservar cadeiras vazias entre os presentes. 

Desenvolvido por: PontoCOM Desenvolvimento