Terça, 24 de Março de 2020 12:15

Ilha: Balsa Digital solução inédita para deter o coronavírus

Código fonte do programa será disponibilizado gratuitamente para prefeituras com população de até 50 mil habitantes

Thalita Rocha/Oceânica

Ilhabela na luta contra a pandemia do novo coronavírus desenvolveu a Balsa Virtual, ferramenta na qual os usuários podem fazer seus pedidos de autorização para a travessia pelo computador ou celular e com antecedência. Cada pedido é analisado e respondido por uma equipe de gestores e fiscais da Prefeitura, liberando ou não o acesso à Ilha.

A análise dos pedidos é feita na busca por evidências de que a pessoa realmente é moradora.

"Além de cumprir o decreto municipal de calamidade, cumprimos também a determinação do Governo Estadual de quarentena, inicialmente até o dia sete de abril. A ordem é que a pessoa não transite e cumpra a quarentena onde está", disse a prefeita Gracinha Ferreira.

A Balsa Virtual entrou em funcionamento na sexta-feira 20, apenas 48 horas após o início do seu desenvolvimento. Menos de 24 horas depois de entrar no ar, mais de 1.300 solicitações foram atendidas.

O projeto também poderá auxiliar outras cidades com necessidade de limitar o fluxo de entrada e saída de pessoas. O Código fonte do programa será disponibilizado gratuitamente para prefeituras com população até 50 mil habitantes.

Para criar uma solução tecnológica que protege tanto a saúde da população de Ilhabela, como das pessoas que se arriscariam a sair de casa sem a certeza de entrar ou não na barca, a Administração do arquipélago contou com o “Fórum de Economia Criativa”.

Diante da urgência em limitar o acesso de visitantes em Ilhabela, os participantes do fórum foram convocados para ajudar nessa missão.

Em 48 horas o programa estava criado e funcionando.

Além da análise, liberação ou bloqueio de acesso à Ilhabela, todos os registros e controles são devidamente armazenados em banco de dados para, se necessário, localizar os solicitantes. Além disso, dados relevantes para mapeamento das cidades e estados de origem de cada visitante também são catalogados.

O sistema está evoluindo rapidamente para atender novas demandas. Prova disso é que desde ontem, segunda-feira 23, ele permite que o usuário que tenha seu pedido negado, recorra da decisão, enviando documentos comprobatórios de que é morador.

O “Fórum de Economia Criativa” informou que prefeituras que não tenham condições de customizar e implantar o sistema por conta própria,/ ou que tenham mais de 50 mil habitantes, podem fazer a contratação dos serviços emergenciais por meio do e-mail contato@ilhabeladigital.com.br.

Desenvolvido por: PontoCOM Desenvolvimento