Quinta, 21 de Maio de 2020 16:30

Feriadão prejudica litoral e interior

A decretação do longo feriado na Capital decretado pelo governo Dória fez cair o índice de distanciamento social em várias cidades.

Paulo Araújo

De pouco adiantou as prefeituras montarem barreiras nas entradas das cidades e populares bloquearem as estradas.

Como era de se prever, com a decretação do super feriado de quase uma semana pelo governador João Dória, o distanciamento social só poderia sofrer uma queda.

Foi elevado o número de pessoas que fizeram do feriado pró quarentena um período de férias, e se dirigiram a várias cidades turísticas no campo e na praia.

Em dois exemplos, o isolamento social de Ubatuba caiu de 61% para 57% e Caraguatatuba também desceu quatro pontos percentuais, de 55% para 51%.

As barreiras fizeram aumentar os congestionamentos em Ubatuba, São Sebastião e Caraguatatuba.

São Sebastião foi a cidade do Litoral Norte paulista que mais agiu contra a chegada de veranistas e turistas. Associações de moradores bloquearam as pistas da rodovia Rio-Santos e colocaram cruzes na areia para lembrar os visitantes sobre os perigos do coronavírus.

O próprio governo Dória já havia indicado que houve um grande avanço da pandemia no interior e no litoral de São Paulo.

Desenvolvido por: PontoCOM Desenvolvimento