Sexta, 22 de Maio de 2020 10:45

Ilhabela assegura eficácia de gripário

A prefeitura do arquipélago contabilizou 375 atendimentos desde a instalação da tenda na frente do Hospital Mário Covas e considera que depois disso o movimento na casa de saúde diminuiu

Divulgação

A Prefeitura de Ilhabela assegura que o gripário montado no estacionamento do Hospital Mário Covas tem desafogado o fluxo de pacientes que procuram atendimento no hospital. 

Com o intuito de combater a contaminação por coronavírus, o local recebe o paciente com sintomas gripais, e assim que é identificado o tipo de doença, ele é encaminhado para o setor correto de tratamento. Até o momento foram atendidos 375 pacientes.

O gripário realiza consultas, e se o caso não for para internação, o paciente é medicado e liberado. Contudo, se houver sintomas de coronavírus, ele é encaminhado para dentro do hospital.

Dos 375 atendimentos feitos até o momento no mês de abril no gripário, 78 casos foram de síndrome gripal, 36 suspeitos de covid-19 e 2 casos de dengue. 

Aliás, a fim de diminuir os casos de dengue no município, a prefeitura de Ilhabela recolheu nesta quarta, 20, mais de 1.300 kg de recipientes propícios à proliferação do mosquito transmissor da doença.

A maioria foi de materiais inservíveis, como sucatas, geladeira, máquina de lavar, fogão, tanquinho, aparelhos de TV, latas, baldes, brinquedos, entre outros, todos passíveis de remoção.

Os vírus transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti* podem causar invalidez, má formação fetal e até morte.

Desenvolvido por: PontoCOM Desenvolvimento